Uncategorized

Lambedura Excessiva

14 - Lambedura-01

Atualmente, observa-se cada vez com mais frequência a presença dos animais de companhia nos lares das famílias brasileiras – o Brasil ocupa a 2ª posição mundial dentre os países com maior população pet -, contudo, a rotina familiar, principalmente nas áreas urbanas, pode trazer dificuldades para a relação entre os tutores e seus animais de estimação. Cabe ressaltar que o Brasil é o 5ª país no mundo com a maior jornada de trabalho da população, ou seja, não acaba sobrando muito espaço ou tempo para os pets.

Dentre os vários problemas que a solidão, o tédio, a restrição à liberdade e a ansiedade por separação podem causar nos pets, vale ressaltar os mais comumente reportados pelos tutores como comportamentos inapropriados, tais como destruição de móveis, defecar/urinar em local inapropriado, aumento do nível de estresse e, por vezes, a lambedura excessiva de uma parte do corpo.

A etiologia da lambedura excessiva é multifatorial e bastante complexa. Uma das teorias para o surgimento da lambedura em excesso está relacionada com a rotina dos proprietários, que exige que os animais fiquem sozinhos por longos períodos, recebendo cada vez menos atenção.

A lambedura excessiva é uma forma de “alívio” para os pets, pois provoca a liberação de opióides endógenos, trazendo uma sensação de prazer, o que acaba resultando num ciclo vicioso. Esse comportamento pode resultar no desenvolvimento de uma área de alopecia (falta de pelo), que pode acabar por desenvolver infecções locais e evoluir para quadros mais graves, como lesões ulceradas e firmes de difícil cicatrização.

Lambedura

Baseado no histórico e na sintomatologia clínica acredita-se a que a lambedura decorrente do tédio seja um modelo de distúrbio obsessivo-compulsivo e encaixa-se dentro da classificação de dermatite por lambedura de caráter psicogênico.

Vale recordar que a lambedura é um sinal multifatorial de característica extremamente complexa na dermatologia de pequenos animais, com isso, ao observar esta sintomatologia recomenda-se sempre levar o animal ao médico veterinário.

Dentre as diversas e mais complexas etiologias que podem resultar na lambedura excessiva, como crescimento desordenado de bactérias ou leveduras, alergias a ectoparasitas e/ou alimentos, há outra etiologia da lambedura, conhecida como psicogênica, dentro da qual se observa a ocorrência de lambedura excessiva sem uma causa “aparente”, podendo ser desencadeada pela falta de atividade, falta de enriquecimento ambiental, solidão, restrição de liberdade, entre outros.

Algumas sugestões para minimizar essas situações desafiadoras consistem em melhora do manejo ambiental e comportamental por meio da realização de passeios com mais frequência, aumento do nível de interação social do seu animal (seja com humanos ou com outros animais), evitar o confinamento prolongado (jaulas pequenas, canis), e condicionar o animal para sua saída, estimulando-o a ocupar-se com outras atividades.

A correção desse distúrbio envolve diversos fatores, porém o ponto chave é por meio da correção do fator desencadeante. Nos casos em que a lambedura excessiva seja de caráter psicogênico comportamental, recomenda-se a consulta de veterinários especialistas em comportamento animal.

Uma importante ferramenta auxiliar para casos de animais com distúrbios comportamentais decorrentes de ansiedade de separação, falta de atividade e tédio, pode ser o uso ambiental do análogo sintético do odor materno (Adaptil™) visto que esse produto ajuda os cães a se sentirem seguros e protegidos no ambiente.

Adaptil é uma réplica sintética do odor materno canino e pode ser utilizado no ambiente por meio do Difusor ou Spray. Esse odor é espécie-específico, ou seja, somente os cães conseguem detectar no ambiente, não sedativo, não tem contraindicações se associado com qualquer medicamento e sem efeito em pessoas ou outros animais na casa.

Adaptil_Brasil_Montagem

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s